domingo, 29 de setembro de 2013

Resenha: Aprisionada, trilogia Jardim Químico- Lauren DeStefano

"Ele me ama, é o que diz, mas como pode me amar quando sabemos tão pouco um sobre o outro? Confesso que é fácil sucumbir à ilusão. Confesso que me sentar aqui, em frente a essa lua tão bela, envolta pelo calor dele, até parece amor. Um pouquinho. Talvez."

Quando fui ler esse livro, foi um tiro no escuro, não tinha lido a sinopse e muito menos resenhas sobre.De qualquer forma, se eu tivesse lido alguma resenha, talvez teria sido desanimador. Eu gostei do livro, mas sabe quando tem uma premissa que tem tudo pra ser perfeita, mas acaba faltando algo? Então vamos lá.

O livro é uma distopia, onde cada ser humano é uma bomba relógio, mulheres morrem como vinte anos e homens com vinte e cinco e qual o por quê de tudo isso? As gerações anteriores fizeram muitas mudanças genéticas para que fosse criada a geração perfeita, e essa geração realmente existiu. O problema foi que quando os filhos começaram a chegar aos vinte anos, eles morriam sem motivo aparente.

 E então para que a raça humana não acabasse sendo extinta, alguns homens vendo oportunidade de ganhar dinheiro, começaram a sequestrar garotas com mais de 12 anos, para vendê-las á homens ricos, para que cada um pudesse ter quantas esposas quisesse e quantos filhos ela pudesse gerar. Rhine por um descuido enquanto tentava ganhar dinheiro para manter sua casa com o seu irmão, acabou sendo sequestrada e vendida para um homem rico junto com duas outras garotas (Cecily e Jhena). Então para que continuem vivas elas tem que começar amar ou fingir que amam seu novo marido, Linden.

Linden tem que escolher uma primeira esposa, que como podemos esperar acaba sendo Rhine, ela por ser a primeira esposa tem como obrigação ir a festas e eventos sociais. Porém Rhine nunca aceitou sua condição, e sim deseja fugir e voltar para o seu irmão.

Eu gostei do modo que a autora construiu os personagens, durante a leitura eu tive impressão que o vilão era de certo modo onipresente. Rhine é uma personagem forte e corajosa, eu no lugar dela não sei se pensaria em fugir ou simplesmente aceitaria a condição de ficar presa em um andar de uma mansão. Eu sinceramente espero que a continuação melhore um pouco, e explique algumas coisas que me deixaram dúvida, por que só a América continuou existindo? E o resto do mundo explodiu?

Minha nota para o livro é:

Sinopse: Graças à ciência moderna, os seres humanos se tornaram bombas-relógio genéticas. Os homens vivem apenas até os 25 anos e as mulheres até os 20 anos. Neste cenário desolador, as meninas são raptadas e forçadas a casamentos poligâmicos para manter a população longe da extinção. Quando Rhine Ellery de dezesseis anos é raptada pelos Coletores para se tornar uma noiva, ela entra em um mundo de riqueza e privilégio. Apesar do verdadeiro amor de seu novo marido Linden, e uma tênue confiança entre as irmãs de seu esposo, Rhine tem um propósito: fugir para encontrar seu irmão gêmeo e ir para casa. Mas Rhine tem mais coisas a enfrentar que a perda de sua liberdade. O pai excêntrico de Linden está obcecado em encontrar um antídoto para o vírus da genética que está lentamente se aproximando de seu filho, mesmo que isso signifique coleta de cadáveres a fim de testar seus experimentos. Com a ajuda de Gabriel, um servo que confia, Rhine tenta libertar-se, no curto tempo que ainda resta.

Espero que tenham gostado e até a próxima!

Beijos, Lizzie.

5 comentários:

  1. Nossa, nunca tinha ouvido falar do livro, mas me lembrou aquele filme com a Amanda Seyfried e Justin Timberlake, sabe? Que você tem que "comprar" seus anos, senão morre aos 20 ou algo assim? Enfim... Mesmo com os pontos negativos que você ressaltou, fiquei intrigada e darei uma chance a essa trilogia! Os outros já foram lançados por aqui?

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Amanda, o livro me faz lembrar o filme o preço do amanha.
    Gostei da capa do livro. Mas acho que por estar na ''moda'' fazer livro de distopia que isso está ficando até um pouco repetitivo. Uma pena :/

    Valeu
    miiheomundoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Achei a capa linda, e até o titulo é bem chamativo, mas após ler sua resenha, vi realmente do que se tratava o livro. Uma pena não é, uma narrativa pra dar tudo certo. Mesmo assim adorei a sua resenha
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    A capa desse livro é linda e chama muito a atenção. A premissa também é bem interessante. Pena que não gostou tanto, mas te entendo, sempre tem aqueles livros que a gente até gosta, porém fica faltando algo que não nos convence. Gostei da resenha e obrigada pela sua visita ao meu blog.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lizzie,
    Também gostei muito da capa e a história parece ser bem interessante, que pena que o autor não soube conduzir a história. Tomara que o próximo volume seja melhor. mesmo assim, daria uma chance e leria sim.
    Beijos.
    Cila- Leitora Voraz
    Depois confere a resenha do livro Híbrida:
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/2013/09/resenha-do-livro-hibrida-neblina-e.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...